"Posso não concordar com uma só palavra do que dizes,
mas defenderei até a morte teu direito de dizê-las."
- Voltaire

quarta-feira, abril 17

A Saúde em Angra - vista de dentro

Dr. Carlos Vasconcellos - Sec. de Saúde e Presidente da FuSAR

"Pegamos o PS totalmente desestruturado, a Sta. Casa mergulhada em dívidas e o SPA desabou, mesmo depois de uma obra realizada em 2010 depois das chuvas, quando ele ficou interditado por 6 meses. O Hospital da Japuíba consumiu mais de 60 milhões de recursos públicos municipais e não haveria qualquer cabimento em entregá-lo ao Estado para fazer tudo de novo. Junto a isso, parece que a população não sabe, mas estamos numa epidemia de dengue, a maior do Estado do Rio de Janeiro, por conta das nossas politicas de prevenção no ano passado, com mais de 5 mil casos notficados e atendidos na rede pública ('só' 3% da população do município tomando soro e fazendo exames). Isso tudo com a rede desabastecida, funcionários dobrando plantões em horas extras e prédios caindo. Para culminar, dívidas, dívidas, dívidas.

Do que adianta falar isso tudo se nada fizermos? O desafio é esse: desse cenário, construir assistência e esperança. Nossa luta na dengue não é pelo conforto, é por não termos óbitos; nossa opção de retomar o Hospital foi a única possível em um cenário de rede destruída, que terá que ser refeita unidade a unidade. E temos esperança, sim, e temos caminhado: ontem, já foi publicado o chamamento público para a contratação dos serviços de laboratório, incluindo o Hospital; conseguimos o apoio do Ministério da Saúde; apesar dos pesares, conseguimos captar novos profissionais para a rede. Retomamos a discussão sobre a saúde nos fóruns competentes, como o Conselho Municipal de Saúde; resgatamos os direitos elementares dos funcionários, como férias, adicionais de escolaridade, etc.

Sabemos que há muitos problemas, e sabíamos disso desde novembro. Aliás, penso que a cidade toda sabia, porque era quase unânime que a saúde era a área mais problemática na cidade. Tem jeito? Tem. Só que não é de um dia pro outro, as coisas acontecem aos poucos.

Dr. Carlos Vasconcellos."


(Durante uma conversa no facebook sobre o tema da postagem "Tem notícias deste Hospital, Conceição?", e outros.)

sábado, abril 13

Raio X no Leandro Silva

Assistência Social é isso???O que é "Assistência Social', Leandro?

Anônimo, 12/abr às em "Trabalhe ..., Leandro!":
"TRAIANGRA, duvido que publique, mas existe um funcionário da Secretaria da Ação Social, que todos os dias vai de carro para casa. Ele mora na Gamboa e dizem que é parente do Leandro Silva. Esta m.... de governo repetindo os mesmos erros que sempre condenaram."



TAngra:
Prezado Anônimo, o nome é Transparência Angra, Ok? Não esqueça.

Leandro Silva deveria ser atirado pela Conceição no fundo daquela gaveta onde ficam trancados os vices... mas isso poderia reduzir sua visibilidade e atrapalhar seu próximo objetivo na vida, que é ser eleito deputado estadual em 2014, "o resto que se exploda!". É por isso que ele foi agraciado com a Secretaria de Ação Social, para ficar bem visível aos eleitores mais carentes, este foi o acordo em troca de apoio político na eleição, coisas da política...

Mas Conceição poderia então oferecer pra ele a liberdade de ficar bem longe da Secretaria, com todo o tempo do mandato disponível para ele ir procurar votos em outras cidades, de preferência longe de Angra. Leandro precisa dos votos de fora mais do que de daqueles angrenses que trocam votos por cestas básicas. Por que não aceitar, Leandro, aproveita, você adora viajar de graça com a patroa sempre na mala, né?

E Leandro Silva tem que saber o nome deste funcionário que usa o carro para transporte particular. Diga o nome dele, prezado Anônimo. Vou colocar aqui o nome de todos os Cargos Comissionados da Ação Social para você apontar qual é, se ele for um CC. Os que souberem de maus hábitos no trabalho de algum deles, por favor indiquem! Veremos que providência Leandro vai tomar!!!

A Ação Social tem 44 Cargos Comissionados, 42 estão preenchidos por estas senhoras e senhores:
  • Leandro Corrêa da Silva - Secretário
  • Lucineide Maria Josué Lima da Silva - CC-3
  • Roberta Silva dos Santos - CC-4
  • Karine Fernandes Leone - CC-4
  • Jean Carlos de Oliveira Corrêa - CC-3
  • Eulânio de Arimatéia Faria - CC-4
  • Fabiano Serra da Cunha - CC-6
  • Bernadete Guedes Correia - CC-3
  • Mirian Estela do Couto Mouzinho - CC-2
  • Carolina dos Santos Alves - CC-3
  • Ariane Rego de Paiva - CC-3
  • Telma Rosa Jerônimo Brito - CC-4
  • Karla Adriana Barboza Coelho - CC-5
  • Joelma Borges Conte Paulsen - CC-5
  • Cássia Marques dos Santos - CC-4
  • Luis Carlos Costa de Souza - CC-4
  • Silvana Libório dos Santos - CC-4
  • Jacqueline C. Rabelo Nascimento - CC-4
  • Elen da Silva Pinheiro Freitas - CC-4
  • Sandra Eugênio Pereira - CC-4
  • Moisés Miranda - CC-5
  • Denise Miranda de Castro - CC-6
  • Kátia Nunes da Trindade - CC-6
  • Maria das Graças Cruz - CC-5
  • Maria Fumiko Ueti Uehara - CC-4
  • Gilda Rosa de Assis - CC-5
  • Dejair do Rosário Crispim - CC-6
  • João Francisco de Melo - CC-6
  • Leonardo Silva Pereira - CC-6
  • Ricardo Leone dos Santos - CC-6
  • Valdinéia de Souza Andrade - CC-4
  • Clarissa Coelho Ferreira - CC-4
  • Marcelo Pinheiro Ensá - CC-4
  • Lílian Santos de Araújo Meira - CC-3
  • Luciane Cardoso Lino - CC-5
  • Márcia Duarte de Souza Corrêa - CC-7
  • Maria de Fátima Barbosa de Lima - CC-7
  • Erick Domingues Conde - CC-7
  • Jonathan da Costa Ferreira - CC-7
  • Maria de Fátima Toledo Heringer - CC-7
  • Johnny de Oliveira Couto - CC-5
  • Jeanne Batista Damasceno - CC-6

Os concursados que estão nomeados em Função Gratificada (FG-1 e FG-2) são estes:
  • Ana Carolina Pícoli Santos
  • Luciana Fernandes Paulino
  • Rosângela Rabelo
  • Mariana Abreu Ferreira
  • Joseane Cristine Pereira de Paula
  • Renan Paim de Andrade
  • Thiago Pires Vieira
  • Leila Ribeiro da Silva

São servidores públicos, concursados ou nomeados, e devem satisfação aos angrenses enquanto estiverem ocupando estas vagas. A população tem o dever de denunciar os que estiverem trabalhando de maneira errada, nós somos os patrões, nós pagamos seus salários. É ou não é?

Qual é o meu preço? E o seu?

Anônimo, 12/abr às em "... raposa e asno?":
"Nossas autoridades vivem uma crise de desconfiança para com a sociedade. São juizes, ministros de tribunais de contas, policiais, governos federal, estaduais e municipais. Raros, muito raros são aqueles que não estão envolvidos na lama da corrupção, do desmando do favorecimento, da omissão.

O Brasil está muito bem colocado no ranking dos países corruptos, ocupa uma das primeiras colocações.


Mas, qual é o seu preço, todos nós temos. Uns não percebem, mas estão sendo cooptados subliminarmente ao receberem pequenos favores, bombons, canetas, agendas. Outros se vendem, barato, por sobra de material de construção, oculos, dentadura, perfumes, pequenos empréstimos (nunca pagos), vaga de emprego para parentes, amigos. E há os profissionais, que vivem disso, quando negociam uma compra de material ou serviço já acertam com o vendedor os percentuais que variam de acordo com o poderio do "chefe".

Temos como exemplo de relação:
- Cavendish / Cachoeira Governos estaduais, municipais, federal, parlamentares tanto da oposição quanto situação;
- Mensalão federal e o possível mineiro;
- Troca de cargos por apoio político - relação entre políticos e governos;

Tem muito mais, mas meu tempo acabou.

E VOCÊ, QUAL É O SEU PREÇO?"



TAngra:
Quadro muito triste e verdadeiro...

Eu ainda prefiro estar contido na parcela da civilização dos que não têm preço porque não se vendem. Parcela que é maioria, tendendo, cada vez mais depressa, a se tornar minoria. Se persistir a atual "Ética do Mercado" chegaremos rápido ao 1º lugar no ranking.

Só uma boa educação, desde a base, pode mudar isso, formando cidadãos que se comportem dentro das regras do "civismo", ativos na defesa do "interesse coletivo". O ensino público tem que assumir essa responsabilidade pois a maioria dos pais, cada vez mais, preferem "bombons, canetas, agendas", e "oculos, dentadura, vaga de emprego", ou "estão envolvidos na lama da corrupção, do desmando do favorecimento, da omissão".

sexta-feira, abril 12

Tem notícias deste Hospital, Conceição?

Hospital fantasma?

Fernando Neto, 10/abr 00:06 em "Repetindo ...":
"Acho que estamos falando demais sobre aumento e cargos comissionados e esquecendo de algo importante e necessário, não apenas para os servidores, mas para a população de Angra dos Reis: o Hospital da Japuíba. Ele foi "inaugurado" a quase dois anos e até agora nada... a promessa para sua 'abertura' é uma transferência do pronto socorro do centro para lá (o primeiro andar) e os demais andares ficariam por conta da Santa Casa (que não é nossa).

Galera, temos que nos mobilizar para o pronto socorro continuar no centro e abrir outro na Japuiba, senão continuaremos sem macas para um repouso digno, ocupando os corredores daquele enorme elefante branco. Por que o posto de atendimento infantil (PAI) não vai pra lá? Ficarão nossas crianças ocupando um espaço na Santa Casa que nem foi adaptado para elas? Vendo todo o tipo de doentes passando pelos corredores? O que já tem lá não sabemos, o que sabemos, de funcionários que trabalharam na rede, é que muita coisa já saiu de lá.

Ano passado fizeram visitação, eu fui lá, é enorme! Tem tantas entradas que seria perfeito para isso. Nos mostraram tomógrafo, salas cirúrgicas, será que ainda estão na garantia? Será que a prefeita colocou o hospital no seu orçamento? Conseguirá Carlos Vasconcellos abri-lo um junho, como prometeu? Conseguirá essa Superintendente que não sabe nem o que esta fazendo ali dar conta do recado?

Meu povo, vamos cobrar, a verba daquele prédio saiu do caixa da Prefeitura, é nosso dinheiro!!!

Vamos pedir não um bom pronto socorro, mais dois excelentes postos de atendimento para as nossas emergências, devemos nos lembrar de que quando eles e suas famílias estão doentes não se tratam em rede municipal, mas nós sim.

Fernando Ferreira de Azevedo Neto

* por favor, publique uma enquete sobre o assunto."



TAngra:
Observar que esta foto de cima é de 28 de agosto de 2009...

Esta aqui é uma foto do tour hospitalar a que Fernando Azevedo se referiu e que Tuca Jordão organizou, dias antes da eleição 2012:

Passeio turístico / eleitoreiro

PS. O Transparência Angra não faz enquetes. Que tipo seria de enquete? Quais as opções?

quinta-feira, abril 11

Trabalhe pela cidade, Leandro SIlva!

Investimento: pipocas agora, votos depois!!!Foto: Douglas Santos (abril/2010)
Pensamento do Leandro: -"Daqui a 8, 10 anos elas serão eleitoras, hahahaha!"

Anônimo, 10/abr 16:41 em "Quem cuida ...?":
"O Centro de Atenção à População de Rua, no Bracuí, está uma verdadeira balbúrdia, com bandidos travestidos de coitadinhos aprontando cada vez mais. Estes 'coitadinhos' agora já fazem uso de bebida alcoólica durante o dia em biroscas nas redondezas do citado equipamento, em total afronta aos funcionários que tentam de alguma forma dar um bom andamento aos serviços. Pelas normas da instituição (CAPR) é proibido o uso de bebida alcoólica no interior da instituição, bem como adentrar em suas depêndencias alcoolizado. Mas com os desmandos que andam acontecendo por lá, onde os responsáveis por isso são os Gestores da Secretaria de Ação Social, os "coitadinhos" ingerem bebidas etílicas e fazem uso de outras drogas fora e dentro da instituição.

E por falar em gestores da SAS, o Sr. Secretário Leandro Silva, até o momento não apareceu no CAPR para se apresentar aos servidores que ali trabalham e tentar explicar a eles em que ele esta tentando transformar o equipamento CAPR: um abrigo, um albergue, uma casa de passagem? No momento está uma ZONA, pois, como já disse, os funcionários tentam trabalhar, impedindo a entrada dos "coitadinhos" alcoolizados, mas com ordem dos gestores eles retornam dias depois trazidos confortavelmente na kombi da equipe de abordagem.

Esta atitude dos reponsáveis pela SAS faz com que os 'coitadinhos' se sintam 'poderosos', debochando, afrontando e ameaçando os funcionários, que nada podem fazer, pois não existe segurança naquele local para se trabalhar. Desculpem, segundo a sub-secretária e a gerente da SAS, tem sim uma medida de segurança que pode ser tomada pelos servidores para que estes não sofram nenhum tipo de agressão pelos 'coitadinhos': EVITAR O ATRITO COM OS 'COITADINHOS', deixando que eles façam tudo o que quisserem, ou seja, o funcionário não pode fazer o seu trabalho e deixa as coisas do jeito que estão.

Fui."


TAngra
:
Prezado Anônimo,

Vá mas volte, é sempre bom dizer os nomes das pessoas que você acha que são as responsáveis pelo que está acontecendo. São servidores públicos da cidade, concursados ou nomeados, a população tem o direito e o dever de conhecer o que cada um está fazendo de bom ou ruim. Isso serve de informação para que outras pessoas se manifestem e coloquem sua posição contra ou a favor, permite que o acusado se defenda (e aprenda) e serve de aviso para que Leandro Silva - ou até mesmo Conceição, quem sabe? -  tome alguma ação para corrigir o que está acontecendo de errado no executivo.

Mirian Estela do Couto Mouzinho é a Subsecretária de Ação Social. A SAS tem duas gerências, a Gerência de Serviço Social, ocupada por Ariane Rego de Paiva, e a Gerência de Projetos e Programas Sócio Educativos, que está vazia, não há ninguém neste cargo, então, você deve estar se referindo à Ariane, é isso? 

Nosso vice-prefeito + secretario-de-ação-social Leandro Silva poderia interromper suas viagens e passeios pra fotos nas capitais e tirar um dia para pensar neste assunto. Duvido que ele resolva, pois bêbado também vota e isso é o que importa para ele? Vamos trabalhar sério, Leandro, pense na cidade, não fique apenas focado em ações que garantam os votos dos desavisados, desinformados e bêbados, trabalhe em favor deles... juízo Leandro, "uma coisa leva à outra" e "aqui se faz aqui se paga"!!!


  

Quem é raposa e quem é asno?

Anônimo, 10/abr 14:09 em "Dívidas herdadas ...":
"TAngra, gostaria de fazer uma consideração sobre o TCE, especificamente o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, que creio que pode ser extendida para todos os Tribunais de Contas existentes no Brasil, inclusive o TCU.

A iniciar pela constituição de seus Conselheiros e ou Ministros, que são indicações políticas, no caso pelo governador do Estado, o que acho um absurdo, pois existirá sempre uma 'gratidão' para com um político ou linha política que o indicou para Conselheiro, e daí se verificam uma série de parcialidades nos encaminhamentos até o arquivamento e ou a multa efetiva, que tem sempre em seu bojo uma conotação política partidária.

Quanto ao corpo técnico do TCE-RJ, só há que se falar bem, mas de nada adianta se o 'caminho' do processo é de condução do Conselheiro.

Tem mais, em um processo de obras existem várias etapas em que o gestor máximo não tem como ter responsabilidade, pois a ele lhe cabe a visão administrativa do mesmo e não toda a visão técnica de estudo de viabilidade, anteprojeto, especificação de projeto, planilhas e etc. O fato da publicação de multa a um gestor não significa, não necessariamente, que haja responsabilidade direta do mesmo. Há de se ler e conhecer todo o processo para se imputar isto ou aquilo.

Hoje faço parte do governo atual e não tenho procuração para defender ninguém do passado, mas acho uma covardia publicar este ou aquele nome sem se conhecer na íntegra o processo, e principalmente quem é o Conselheiro Relator.

Nem tudo que sai publicado é verdade (clique no link):"

revistaepoca.globo.com/tempo/noticia/2012/03/o-tribunal-que-virou-caso-de-policia.html


TAngra:
Sim, prezado Anônimo, perfeito tudo que você disse, mas observe que, nos dois casos apontados aqui no Blog, é impossível acreditar na boa fé dos secretários de governo que tinham os tais contratos e aditivos sob "sua responsabilidade". Confira nestes links e diga:

Para quem acompanha os contratos da PMAR desde tanto tempo não é nada difícil ver onde a irregularidade numa contratação se dá por incompetência do gestor e onde há fortes sinais de corrupção, favorecimento etc. Muita gente acompanha os noticiários e sabe quem é este ou aquele Conselheiro, quem é condenando e quem é absolvido por ele. Os cidadãos têm o direito de saber quem, deste ou daquele governo, é punido pelo TCE-RJ e por qual motivo.

Colocamos sempre todas as informações possíveis sobre cada caso, mastigamos, e publicamos para que cada um veja nossa opinião e possa tirar suas próprias conclusões. Isso não pode ser chamado de covardia. E quem tiver o que explicar em sua defesa que o faça, até mesmo aqui no Blog, basta enviar um comentário. Covardia é burlar a lei nessas contratações, seja por culpa ou por dolo, desperdiçando dezenas de milhões de reais dos cofres de Angra dos Reis por descaso ou por corrupção, nunca devolver o que desperdiçou ou "embolsou", e depois ser punido com uma multa de meia dúzia de cestas básicas e tchau!, está livre para usufruir o que roubou.

Cada caso é um caso, amém!

quarta-feira, abril 10

Explicando o Óbvio

logotipo - IBAMA

Deparei-me com o comentário anônimo publicado neste blog em 06 de abril (no post "Quem pode explicar o que é isso?") e surpreso, também não entendi o que quis dizer o autor. Mas como cita meu nome, ainda que errado, bem como de meu colega Julio Avelar e insinua que as tais obras de contenção próximas ao  “pescocinho”  no Perequê , foram liberadas assim que o PT assumiu o comando da Prefeitura de Angra dos Reis, não dá para deixar de novamente esclarecer aos incautos sobre como a manipulação política dos fatos é prática comum nestas paragens e só prejudica a população mais pobre.

Primeiramente volto a esclarecer que não é o Morelli ou o Júlio, como assinalou o anônimo, que travam ou liberam obras e sim os órgãos que eles representam, através de processos administrativos conduzidos por técnicos e que são analisados a partir de projetos apresentados pelo interessado na obra. Assim sendo, antes de qualquer coisa, faz-se necessário enfatizar que a Prefeitura de Angra dos Reis se comprometeu publicamente a apresentar os projetos de intervenção nos rios Mambucaba e Perequê, através  do seu então secretário de Meio ambiente,  na reunião ocorrida há mais de 24 meses na Igreja da Assembleia de Deus do Mambucaba, sem  contudo jamais apresentar os tais projetos. As promessas e bravatas que ali foram ditas também foram esquecidas pelas autoridades políticas que lá estavam e, tirando a reunião ocorrida no Salão Nobre da Prefeitura, onde os projetos seriam delineados e um termo de compromisso assinado, nada mais foi efetivamente feito pelo executivo municipal. Nada!

Enquanto os órgãos ambientais estavam lá para garantir celeridade e prioridade no licenciamento dos projetos, os técnicos da prefeitura listaram uma série de pequenas intervenções emergenciais que foram autorizadas de imediato pelo INEA,  as obras definitivas e que efetivamente deveriam ser projetadas para minimizar os efeitos das inundações nos vales do Mambucaba e Perequê  jamais saíram do papel ou melhor, nem em papel foram transformadas, porque nada mais foi feito desde então. Embora já tenha dito e torne a repetir que obras deste porte e caráter não são licenciadas pelo IBAMA, quisera eu ter podido apreciar um projeto que fosse para minimizar o sofrimento anual dos moradores do Mambucaba e Perequê  nas épocas de chuva. Mas infelizmente eu nunca vi um.

J O AUGUSTO MORELLI
Analista Ambiental do IBAMA

Greve da Viação Senhor do Bonfim

Greve tem participação da empresa?

Os ônibus urbanos de Angra dos Reis estão parados. Parados em fila dupla na Av. Julio Maria.

A Bonfim quer que a Prefeitura conceda um espaço perto dos novos pontos de ônibus para que ela construa uma guarita como aquela que está perto do supermercado Floresta. Na guarita haveria um banheiro para os motoristas, cobradores e fiscais. Alegam também que uma guarita perto dos pontos traria mais segurança aos cobradores na hora da "prestação e contas". Se a prefeitura não ceder o espaço eles querem duas vagas no estacionamento para instalação de um trailer.

Que abuso, essa greve osquestrada pela empresa. O que a PMAR tem a ver com a segurança e outros direitos dos empregados da Senhor do Bonfim? A Bonfim que resolva o problema dos seus funcionários, a Prefeitura não pode se meter nesse assunto, salvo para aplicar as penalidades contra a paralisação previstas no Contrato de Concessão e as multas pelos estacionamentos em fila dupla e bloqueios de vias públicas.

Por que a Bonfim não aluga, por conta própria, uma sala comercial para atender seus empregados? O problema é da Bonfim e ela que resolva. Não se meta neste assunto particular, Conceição Rabha!!!

Casse a Concessão deles, Prefeita!!!

PS. O Max Gollo participou da passeata pela greve?

Dívidas herdadas do governo anterior

As duas postagens abaixo foram sobre condenações, pelo Tribunal de Contas-TCE, de 2 secretários dos governos passados. Ilegalidade num contrato com a Valle Sul Construtora em 2008, último ano do governo Fernando Jordão, e num convênio janeiro de 2009 com a Cruz Vermelha Brasileira - Filial Volta Redonda para terceirização da mão de obra de profissionais da saúde.

No site do TCE-RJ se encontra muita coisa sobre Angra dos Reis. Multas e punições para muita "gente boa" da cidade, muitos processos em andamento em consequência da auditoria que o TCE mantém sobre as contas dos municípios. Pesquisando sobre processos de Angra achamos informações das contas do governo do ex-prefeito Tuca Jordão que, associadas ao que está publicado no site e nos Boletins Oficiais, levam aos seguintes números:

Posição dos débitos do município 2012 - 2013

1. Restos a Pagar: R$ 62.550.189,40 , sendo:
  • 15.273.712,55 em dívidas não processadas (aquelas que se encontram apenas empenhadas, mas não pagas);
  • 44.376.489,21 em dívidas processadas (já estão empenhadas e liquidadas, mas não pagas em 31 de dezembro, ou seja, o produto ou serviço já foi entregue mas não foi pago;
  • 2.899.987,64 em "outras dívidas" dos exercícios financeiros de 2008 a 2011;
  • 62.550.189,40 (Total de Restos a Pagar, constante dos Relatórios já apresentados em Audiência Pública).


2. Empenhos estornados: 31 milhões - final do exercício de 2012 (já houve em 2013 reempenhos no valor de 8.500.000,00).

3. Outras dívidas anteriores que estão sendo cobradas no atual governo:
  • 12.078.692,85 com a Locanty (Infornova) – Processo administrativo nº 25451/2012;
  • 1.063.064,39 do Auto de Infração nº 10073.720193/2013-41 – Receita Federal Previdenciária (irregularidades no repasse de recursos ao INSS – 2008 – e não comprovação de que a PMAR realizou compensações para recuperar a parte perdida do FPM - Fundo de Participação dos Municípios).
  • 13.759.170,67 nos Autos de Infrações (Delegacia da Receita Federal VR; PASEP não repassados; irregularidades Retenção de INSS N.Fiscais de Prestadores de Serviços; INSS patronal dos 80% de gratificação dos Engenheiros; diferenças entre relatórios e Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social).

Total da dívida herdada do governo anterior registrada e apurada até aqui: R$ 97.951.717,31. É possível que o total da dívida até ultrapasse os 100 milhões previstos inicialmente. Mais cedo ou mais tarde toda documentação comprovando esses números acabará aparecendo nas mídias.

Tuca Jordão, o Pior!, e seus colaboradores ainda pagarão na justiça por essa dívida inexplicável. Amém!!!

Auditoria do TCE - Contrato nº 087/2008

TCE-RJ aplica multa em ex-secretário de Obras de Angra

12/03/2013 - 20:20
O ex-secretário municipal de Obras, Habitação e Serviços Públicos de Angra dos Reis Leonardo Corrêa da Silva terá de pagar multa no valor de R$ 7.219,80 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Em sessão plenária realizada nesta terça-feira (12/03), a Corte de Contas considerou ilegal o termo aditivo nº 02/09 do contrato nº 087/08, firmado entre a prefeitura de Angra dos Reis e a empresa Valle Sul Construtora Ltda, para acréscimo e supressão de serviços no contrato de pavimentação e drenagem de diversas ruas do município, no valor de R$ 363.322,79. O processo foi relatado pelo conselheiro Aloysio Neves.

O processo aponta irregularidade na elaboração do projeto básico, caso da falta de previsão do volume de águas pluviais, o que certamente exigirá a readequação do mesmo. Em seu voto, o conselheiro Aloysio Neves destacou ainda o pronunciamento do Ministério Público Especial sobre o processo: "Ao autorizar que parte considerável do projeto original seja alterada, mediante acréscimos e supressões contratuais, a Administração perpetua verdadeira fraude ao princípio licitatório. Afinal, quando os demais interessados participaram do certame (ou optaram por não fazê-lo) eles conheciam circunstâncias enfáticas bastantes diversas das obras pactuadas. Em síntese, os elementos previstos no edital de licitação, de cunho objetivo, influenciaram as propostas apresentadas, os preços oferecidos ou mesmo a presença de mais licitantes."

Esta notícia está no site do TCE-RJ:
www.tce.rj.gov.br/web/guest/todas-noticias/-/asset_publisher/Q3GZ3KNHPPMb/content/tce-rj-aplica-multa-em-ex-secretario-de-obras-de-angra

Processo em consequência da auditoria do TCE.

O contrato foi assinado em 26/06/2008, durante o governo do atual suplente federal Fernando Jordão. O prazo era de 90 dias. Em 23/09/2008, aditivo nº 001/2008, a Valle Sul ganhou mais 60 dias de prazo. Em 19/11/2008, aditivo nº 002/2008, mais 90 dias de prazo. Em 15/01/2009, governo Tuca Jordão, aditivo nº 001/2009 e mais 75 dias de prazo.
Resumo: contrato de obra de pavimentação e drenagem em diversas ruas do bairro Belém - Angra dos Reis teve o prazo inicial de 90 dias prorrogado por mais 225 dias. O prazo do serviço foi "esticado" de 90 para 315 dias.

O valor inicial do contrato era R$ 1.460.520,18. O aditivo nº 002/2009, assinado em 04/05/2009, aumentou o valor em R$ 363.322,79.
Resumo: assinaram aditivo de 24,88%. A lei diz que aditivo de mais de 25% é ilegal. Tem que ter muita "cara de pau".

A auditoria so TCE-RJ tem funcionado bem, ainda que demorada. A punição pelo contrato ilegal em 2008 teve decisão final trinta dias atrás, em  12/03/2013. Foram 5 anos, mas, considerando que o TCE investiga as contas e ao mesmo tempo já aplica a punição, se for o caso, acabará sendo mais rápido que se Conceição contratasse um auditoria, que começaria tudo do zero

Auditoria do TCE - Convênio nº 003/2009

Em 2012 o ex-presidente da Fundação de Saúde de Angra dos Reis - FuSAR foi condenado a pagar multa de R$ 5.688,00 ao Tribunal de Contas do Estado.

Adilson Bernardo foi nomeado presidente da FuSAR por Tuca Jordão em 1º de janeiro de 2009. No dia seguinte, 2 de janeiro de 2009, Adilson Bernardo assinou com a Cruz Vermelha Brasileira - Filial Volta Redonda o Convênio nº 003/2009 para cobertura assistencial da Estratégia de Saúde da Família e Estratégia de Agente Comunitário no Município de Angra dos Reis,visando manter equipe com trinta e oito profissionais de saúde. O prazo de vigência foi de 3 meses e o valor total de R$ 5.190.000,00.

O valor pago por cada profissional de saúde foi de R$ 45.526,32. Os Conselheiros do TCE decidiram pela ilegalidade do Convênio por serem incompatíveis o custo e o serviço prestado. O Ministério Público junto ao TCE - RJ opinou no mesmo sentido.

Este é o trabalho do TCE-RJ, auditar as contas e contratos dos milhares de prefeitos RJ. Demora mas funciona, este terceiro Convênio da FuSAR de era Tuca foi condenado por mau uso do dinheiro público. A condenação neste Processo TCE-RJ nº 216.905-2/2009 saiu 3 anos depois, no ano passado, mas saiu. Se fosse contratada agora a tal auditoria de que tantos falam aqui nos comentários e no facebook, só agora começariam as análises dos contratos, contratos que já estão em análise pelo TCE desde muito. Se o tal auditor encontrar qualquer ilegalidade nos contratos do governo passado a prefeitura terá que recorrer a quem para que responsável seja punido? Ao MP e ao TCE-RJ. Não vejo grande vantagem na contratação de auditoria externa para "investigar" o governo passado, se o TCE-RJ tem feito a sua parte a custo zero para o Município.

Aritmética do 3º Convênio do governo Tuca Jordão / Adilson Bernardo:
1) "Contrato de 38 (trinta e oito) profissionais de saúde" X "3 (três) meses" = "R$ 5.190.000,00"
2) "multa de R$ 5.688,00" = "0,109% (cento e nove milésimos por cento) de R$ 5.190.000,00"

... supondo-se - aplicando a "Fórmula de Corruptus & Lucro" - que o custo honesto fosse igual a 50% do que foi pago:
1) "3 meses lucro de R$ 2.595.000,00" = "coisa de louco"
2) "10% de R$ 2.595.000,00" = R$ 259.500,00 = "coisa de louco"
3) "multa de  R$ 5.688,00 sobre ganho de R$ 259.500,00" = "2,2% de multa" = "coisa de louco"

Resta saber se cabe ao MP tomar outras providências contra os envolvidos para que a punição não termine apenas com essa merreca de multa.

Este Processo está acessível no site do TCE-RJ. Quem quizer ver mais detalhes, ou quem está duvidando do caso, pode clicar aqui neste link:
www.tce.rj.gov.br/arquivos/Votos/AGS/120626/21690509.pdf


terça-feira, abril 9

Quem cuida das crianças carentes?

Anônimo, 06/abr em "Quem é ...?":
"Vamos mudar um pouco de tópico TAngra, mas já viu a quantidade de DENÚNCIAS de moradores do Morro do Abel e Carioca sobre 2 crianças que mendigam e furtam lá nestes morros?

1- Cadê a BOSTA do Con$elho Tutelar?
2- Cadê os mortos-vivos do MP?
3- Cadê os pútridos dos Assistentes Sociais da falida Ação social?
4- Cadê o $ecretário de Ação Social?"


TAngra:
Cadê?

Conversa entre amigos

Amigo é pra essas coisas!

Anônimo, 7/abr 16:25 em "Opinião ...":
"Terá uma grande operação em Angra contra corrupção na área ambiental no governo Tuca. Vai rodar o ex e o ex.
Aguardem!"


Anônimo, 7/abr 22:51:
"O comentário de 7 de abril, 16:25, foi do Chiquito Bonzinho, o maior corrupto da prefeitura.
Cuidado Dr, geral está de olho em você.
Vai ter que explicar os móveis da sua casa que a empresa DELTA deu de 'presente' em troca de favores.
E se tiver operação mesmo, com certeza uma vaga do camburão é sua.
Aguarde, seu marginal."


TAngra:
Atenção, senhores do MP, vocês deveriam "participar" desta conversa! Antes que chegue o caminhão de mudança...

Caberá todo mundo?

segunda-feira, abril 8

Quem pode explicar o que é isso?

Anônimo, 6/abr 16:03 em "... Sete Cabeças":
"É hilário! Tudo que o TAngra apoiou contra o Tuca está agora defendo a favor da Conceição. Lamentável.

Por anos tentamos conseguir autorização do Ibama ou Inea para fazer a obra de contenção na rua 20, perto do pescocinho, no Perequê, e não se conseguia autorização. O Morelli e o Julio não liberavam. Chegaram a dizer que os moradores teriam de sair de lá.  Agora, com a retomada do poder pelo PT, a licença já foi dada.

Que amor é esse que o PT diz ter por Angra. A população sofre há anos e a prefeitura dos jordões não conseguia fazer. Entrou conceição e a licença foi dada. Antes não podia e agora pode. O que mudou, ambientalmente falando? Nada. Mudou apenas o partido que governa. Lamentável. Fazem quando é interesse fazê-lo. Muitos que votaram na Conceição ou no PT já demonstram arrependimento..."

   

TAngra
:
Não entendi! Não sei do que se trata...

Angra dos "coronéis" e "milicianos"

Voto de cabresto

João Geraldo, 7/abr 13:30 em "... Cabeças":
"Se eu fosse proprietário de um Blog popular como este eu não aceitava comentários anônimos, se o cara não tem coragem de mostrar a cara não tem credibilidade."


TAngra:
Prezado João Geraldo,

Angra dos Reis, apesar de tão perto dos grandes centros urbanos civilizados, é uma terra controlada por coronéis e milicianos, semelhante ao ainda que acontece nas cidadezinhas do interior do nordeste dos Sarney, Calheiros e outros. Aqui, se um desses coronéis não gostar da sua opinião você não terá meios de sobreviver com sua família, não conseguirá emprego nem como atendente de loja. Isso se você não amanhecer com a boca cheia de formiga, "justiçado" por algum miliciano.

É por esta razão que aceitamos todos os comentários, independente da opinião que contenham e de estarem identificados ou não. Aliás, damos muito valor aos que trazem opiniões divergentes das nossas pois é assim que aprendemos e crescemos, não é?

A única restrição que fazemos é quanto ao linguajar usado. Não costumamos aceitar comentários que contenham palavras de baixo calão (vulgarmente conhecidas como "palavrões"). Nos últimos dias até abrimos uma excessão quanto a isso porque as estatísticas de acesso ao Transparência Angra mostraram que houve um significativo crescimento no número de novos leitores e muitos desses não devem saber dessa nossa opção contra obscenidades e chingamentos gratuitos. A propósito, fica aqui o aviso de que a partir de hoje comentários com palavrões não serão liberados, entenderam, comentadores da oposição radical?

Esperamos que você entenda nossa posição, João Geraldo: numa terra onde impera uma ditadura de poderosos e corruptos não mostrar a cara pode ser demonstração de juízo. É uma atitude bem melhor e construtiva para nossa cidade do que omitir sua opinião.

Levará algum tempo para aprendermos a votar para tirar do poder empresários corruptores e políticos corruptos a fim podermos gozar a tal "liberdade de opinião"...

Abraços,

TAngra.

domingo, abril 7

Diálogo é sempre melhor que dissídio e greve

Priscila Alécio - no facebook:

"Tentar colocar a população contra os Servidores Públicos não resolverá o atual impasse entre a Prefeitura e nós.

A distribuição do "Informe à População", que contém somente a verdade que interessa à Prefeitura, foi uma tentativa baixa de que a população nos veja como desordeiros.

Antes de mais nada, de um informe distribuído pela Prefeitura deveriam constar todas as informações, diferente deste que vocês espalharam pela cidade, o qual diz somente o que lhes interessa.

Não estou dizendo que há mentiras no que foi escrito, mas que houve meias verdades, pois, no texto escrito pela Prefeitura e assinado pela Vossa Senhoria Conceição Rabha, não há menção à defesagem atual de 54% no salário do servidor público de Angra dos Reis, nem fala sobre o índice da inflação que deveria ser seguido como proposta MÍNIMA do governo para o aumento deste ano.

Também não vi nada sobre o fato dos servidores inativos não serem beneficiados pelo aumento de 100% no BANCRED.

Menos informada ainda está a população dos diversos problemas que passamos com o mágico BANCRED. Um vale alimentação que é manipulado, sendo aceito basicamente na Rede de Supermercados ESAL, que põe os preços que bem lhes cabe, visto que não existe concorrência para eles. Um aumento que será dado para ser usado somente onde vocês permitem. E, por favor, não respondam dizendo que qualquer estabelecimento pode se conveniar e aderir ao BANCRED, pois estabelecimentos pequenos não o fazem, e os que o fizeram se descredenciaram, pois a empresa que repassa os valores não é idônea e não cumpre os prazos de pagamento acordados com os estabelecimentos comerciais, segundo declarações de diversos comerciantes com quem conversei a respeito de terem o BANCRED.

O Informativo diz que vocês estão abertos a conversas, mas ainda não vi a Prefeita, que passeava pelas ruas como uma mera mortal e que era uma servidora que adedira à paralização pelo aumento em 2012, quando Tuca Jordão era o prefeito, sair de seu gabinete e vir às assembléias para dar uma satisfação aos mesmos "companheiros" com quem ela confraternizara há 1 ano.

O Partido do Povo, que governa pelo Povo, que se tranca dentro de seu castelo na Praça Nilo Peçanha e manda recado para os servidores públicos, além de incitar a população contra nós usando folhetos informativos que não dizem o quão prejudicados nós, servidores, seremos com esta proposta.

Venham até nós e tragam essas informações a uma assembléia, com documentos e provas e comprovem, com toda documentação cabível, que a Prefeitura realmente não pode oferecer um aumento maior do que o que está oferecendo. Informem pessoalmente aos SERVIDORES PÙBLICOS, pois é a nós que vocês estão devendo!!!"


TAngra:
Excelentes, as observações da Priscila, prezada amiga no facebook. Só discordo de quando ela diz que o "Informe à População" tentou colocar os angrenses contra os Servidores. Na minha opinião, o objetivo do informe foi defender o governo do que estava sendo divulgado pelo Sindicato, mas nada disso importa. Importante é que Priscila tem razão quando diz que o informe da prefeitura foi omisso quanto a alguns pontos (defasagem, índice de inflação, inativos), mas não creio que tenha sido por má fé dos que o redigiram.

Também está corretíssima nos comentários que faz sobre o Bancred. A PMAR deveria investigar "com carinho" as observações sobre o "monopólio" do ESAL e as queixas dos outros estabelecimentos.

Muito oportuna a sugestão para que a Prefeita compareça à uma assembléia pessoalmente, com todo seu carisma e diálogo, para explicar - com assessores, documentos e números - a impossibilidade de conceder um reajuste maior que os 2,06%. Tomara que Conceição leia o post de Priscila no facebok e concorde com ela, aceitando as propostas.

Só um diálogo aberto e sincero pode evitar que esta negociação salarial descambe para brigas e greves, o que seria ruim para todos, principalmente para a população de Angra. Dialoguem, cheguem a um consenso e assumam o compromisso formal de que o índice oferecido será revisto tão logo as condições financeiras da PMAR melhorem.

Boa sorte, bom diálogo e muito juízo aos envolvidos nesta discussão!

sábado, abril 6

Opinião do leitor

Anônimo, 03/abr 19:14 em "Paralisação: ...":
"Votei na Conceição e não me arrependo. Tudo de ruim que está acontecendo vem dos governos dos Jordões. Os dois. A começar pelo tal passageiro cidadão. Um absurdo com dinheiro público. Agora, querer que em 3 meses a prefeita resolva tudo de ruim que essas pragas fizeram já é demais. Se ao final de seu mandato a Prefeita não cumprir as promessas que fez vou ser o primeiro a escolher outro candidato.

Prometeu sim diminuir o número de CCs. Então que diminua.

Prometeu sim, valorizar os funcionários. Então, se vire.

Prometeu justiça social. Corra atrás, mas sem o Leandro Silva, por favor!

Nós funcionários não somos bobos e sabemos que muitas categorias foram beneficiadas. Mas é preciso pensar no conjunto dos servidores e não em algumas categorias. É injusto! É imoral. E foi isso que os Jordões fizeram junto com o tal vereadorzinho, que aparece na foto. em Paralisação: os mais prejudicados serão os cidadãos."


TAngra:
Prezado Anônimo,

Apoiado!

O tal vereadorzinho a que você se refere por acaso é este "ilustre senhor" aqui?

Zé Antônio na assembleia dos Servidores

Conceição, esta é a filha do Claudinho!

Anônimo,  4/abr 19:10 em "Quem é ...?"
"TAngra, o nome dela é: Hemelly Costa Pereira das Dores.
Encontra a exoneração na pag 8 do BO 415 e nomeação na pág 27 do BO 418. Não consegui achar a 1ª nomeação dela, ainda no governo do Tuca.
Ao que parece houve um "crime" eleitoral, pois aparentemente a campanha do candidato foi paga com a nomeação da filha.
Uma pirralha de 19 anos, sem formação, ganhar R$ 4.000,00 por mês, é sacanagem, tanto do Tuca como da Conceição.
É como diz o ditado popular: A Merda É a Mesma, Só Mudam as Moscas.
Mas parece que o caso é uma gota num oceano."



TAngra:
Prezado Anônimo,

Quer dizer que a Hemelly é filha do vereador Luis Claudio Pereira das Dores, o Claudinho, eleito pelo PR com 1.865 votos?

Hemelly ganhou sua primeira boquinha no ano passado: foi nomeada em 2/abril/2012 para o Cargo em Comissão de Gerente de Intervenções, CC-3, na Secretaria de Obras comandada pelo "conhecido" Vingle Martins. Foi exonerada dois meses depois, no dia 11/junho. Ela voltou ao mesmo cargo em 9/outubro, foi exonerada no final do governo Tuca e reconduzida ao mesmo cargo, agora no governo da Conceição, no dia seguinte, conforme você disse.

Ou ela é muito eficiente e trabalhadora, contrariando todos os comentários que chegaram sobre ela, ou então o vereador Claudinho está usando sua influência política para garantir um Cargo Comissionado pra filhota, o que seria altamente condenável.

Conceição Rabha, olhe com carinho para o desempenho dessa moça. Caso se confirme que ela só aparece uma vez por semana e/ou que não tem capacidade para exercer a função para a qual foi nomeada comece a "limpeza" por ela. Aliás, cá entre nós, quem deveria tomar providência para tirá-la do executivo é o próprio vereador Claudinho, não acha? Vá em frente, Conceição, é isso que o povo que a elegeu espera: austeridade, eficiência e transparência! Conte com nosso apoio!

Bicho de Sete Cabeças

SinSPMAR x Conceição???
Hoje pela manhã passou aqui perto de nosso escritório um carro de som - contratado pelo SinSPMAR - dizendo que a culpada pelo índice de reajuste salarial oferecido aos Servidores Municipais era Conceição Rabha:

-"... a prefeita ofereceu só 2,06% porque inchou a folha de pagamento com Cargos Comissionados...".

Resolvi fazer umas continhas rápidas e constatei que se hoje, numa ação intempestiva e tresloucada, Conceição mantivesse todos os Servidores que estão nomeados em Funções Gratificadas, ou seja, não mexesse nos atuais 118 que ocupapam FG's, e cortasse todos os CC's que ultrapassam os 400 que ela defendeu em campanha, incluindo no corte alguns secretários e comandantes de autarquias e fundações, criando com esta atitude uma desordem administrativa sem tamanho no organograma da prefeitura, a influência seria um aumento de pouco mais de 3% (três por cento) no índice de reajuste oferecido.

Será que o Sindicato dos Servidores tem noção desses números? Sei não... ou não estaria fazendo um bicho de sete cabeças quanto ao número de CC's (para confrontar Conceição?), sem dúvida excessivo mas não tão relevante neste caso do reajuste salarial.

Não seria mais inteligente se o SinSPMAR concordasse com o índice oferecido - que é limite legal possível neste momento - e cobrasse a prometida revisão no plano de cargos - que incluiria uma reformulação na estrutura administrava, acompanhada de perto pelo Sindicato - e aguardasse dois ou três meses até que as contas do município fossem recuperadas para, então, renegociar um índice justo para os Servidores?

Será que o SinsPMAR não estaria agindo de forma politiqueira, influenciado por "alguém de fora" que só quer prejudicar a Conceição e que tenta "fazer a cabeça" da presidenta Ana Maria, pessoa que se mostrou sempre tão centrada, esclarecida e inteligente? Fizemos até campanha em favor dela na época da eleição para o Sindicato, lembram? Sei não, tem vereador que não vale nada mesmo...

quinta-feira, abril 4

Quem é a filha do Claudinho?

Anônimo, 23/mar em "Restart":
"Caro colega, não é só o Claudinho que está com familiar na Secretaria de Obras sem trabalhar. A esposa do nosso vereador Helinho também é CC3 e nunca apareceu pra trabalhar, além de estar usando o carro oficial para buscar o filhinho na escola. Ao invés de trabalhar ela fica rodeando ele..."


Anônimo, 04/abr 07:33 em "Este é o problema...":
"E a filha do vereador Claudinho, gerente na Secretaria de Obras? Isso é uma vergonha, ela está terminando o segundo grau e já é gerente de uma secretaria? Eu trabalho lá e ela trabalha uma vez por semana e é CC-3, eu disse CC-3, é isso mesmo: CC-3333333. Isso pode, vereador? Quero ver você explicar isso no planário da Câmara para a população. Isso é um vergonha sem tamanho."


TAngra:
Este deveria ser o primeiro critério para exonerar Cargos Comissionados: está ali só para embolsar dinheiro da prefeitura? Então, fora!!! Não interessa se foi nomeado por Vereador, pela Prefeita ou pelo Papa: se não trabalha, se não tem capacidade técnica para o cargo deve ser exonerado, seja lá quem for o "padrinho", o papai ou a mamãe.

Esta deveria ser uma preocupação de todos os Servidores. Fiscalizem quem está só atrapalhando, quem está só enrolando em troca de um gordo e fácil salário e denunciem na internet, no Facebook e nos Blogs, não tenham medo. E quem usa carro oficial para serviços particulares, como foi dito aí em cima sobre o Vereador Helinho, deve ser fotografado e desmoralizado nas redes sociais e Blogs, antes de ser denunciado ao Ministério Público.

Qual o nome completo da tal "filha do Vereador Claudinho"? E quais outros nomes de CC's fantasmas e/ou incompetentes os Servidores têm para apontar? Coloquem aqui nos comentários, por favor, vamos ajudar Conceição Rabha a eliminar esses e essas sanguessugas?

Falando de ORÇAMENTO

Execução Orçamentária - 1º bimestre de 2013

Como foi prometido numa postagem logo abaixo, fizemos uma avaliação da situação publicada no Boletim Oficial nº 429, que apresenta o resumo da execução orçamentária no 1º bimestre de 2013. Para facilitar a compreensão de todos, fizemos alguns comparativos com relação ao 1º bimestre de 2012 (BO-372).

Primeiro: houve uma queda na receita municipal (impostos, taxas, contribuições sociais, agropecuária, indústria, serviços, transferências intergovernamentais etc) de mais de 12% entre o 1º bimestre de 2013 e o mesmo período de 2012. Em 2012 a receita foi de 158 milhões de reais e uns quebrados. Em janeiro/fevereiro de 2013 a receita foi de 139 milhões.

Segundo: o débito irresponsável deixado por Tuca Jordão soma mais de 90 milhões, sendo que 62 milhões correspondem a débitos contabilizáveis e mais de 32 milhões corespondem a outros débitos, como rescisões salariais não pagas, confissões de débito etc. Destes 94 milhões o atual governo já conseguiu pagar 25. Saibam que Tuca não escapará do Tribunal de Contas por causa disso e o atual governo já deve ter tomado as devidas providências para que ele seja exemplarmente punido, podem apostar.

Terceiro: Tuca Jordão transferiu o governo com uma despesa com pessoal já no limite imposto pela Lei de Responsabilidade fiscal. Do percentual máximo de 54% da Receita Corrente Líquida Tuca comprometeu 53,95%, não deixando margem para que Conceição conceda, agora, o reajuste salarial a que os Servidores do Executivo têm direito.

Quarto: apesar das dificuldades orçamentárias herdadas, o atual governo investiu, no bimestre, 19,37% em educação (reformando escolas e contratando novos professores), contra 17,52% investidos em janeiro e fevereiro de 2012, .

Quinto: no primeiro bimestre de 2013 o atual governo investiu 24,36% em saúde contra 22,02% investidos por Tuca no primeiro bimestre de 2012. Postos de atendimento estão sendo reformados e profissionais de saúde foram contratados com esse investimento a mais.

Assim, resta-nos acompanhar as ações que Conceição Rabha tomará para melhorar a receita do município e quais as decisões com respeito a redução da folha de pagamento, que devem começar com o corte no atual número de Cargos Comissionados. É isso. Boa sorte e juízo, Conceição!

quarta-feira, abril 3

Este é o problema principal contra o reajuste...

Anônimo, 03/abr 08:57 em "Paralisação...":
"Engraçado a inflação está aí e o governo não tem condições. Pode um nível técnico ganhar o mesmo que um nível superior? Pode médico ganhar 180% e um enfermeiro só com o salário base, pode engenheiros e arquitetos terem 80%, pode a vigilância sanitária ter até 200% de gratificação, pode um dentista de 20 hs da PMAR ganhar 5 mil com os 80% e o da ESF não ganha nem 6 mil para trabalhar 40 hs, podem alguns poucos ganharem uma fortuna em horas extras, pode empregar vários CCs de vereadores em troca de apoio político?"


TAngra:
Prezado Anônimo,

Você identificou a principal causa do problema que está limitando o reajuste dos Servidores. São exatamente as distorções que você citou, e muitas outras semelhantes, que devem ser corrigidas através de uma revisão geral no plano de cargos e salários. Essa bagunça foi criada por Tuca Jordão por três motivos: por incapacidade administrativa, para agradar "amigos" que ocupavam alguns cargos e para confirmar que ele foi mesmo "o Pior!". Essas categorias, que passaram a receber um salário desproporcional em relação aos demais, elevaram a despesa com pessoal ao limite máximo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal: 51,3% da Receita Corrente Líquida.

Outro fator que deve ser considerado são as nomeações que o atual presidente da FuSAR fez para que o serviço de saúde do município tenha condições de voltar a funcionar. Nestes 3 meses já foram nomeados mais de 80 profissionais de saúde aprovados nos últimos concursos. É claro que estas nomeações também causaram impacto na folha de pagamento e reduziram a margem para negociação salarial, mas foi uma ação necessária para reduzir a carência de médicos nos postos de saúde.

É por conta disso que continuo sugerindo que os Servidores façam pressão para que o SinSPMAR participe ativamente - e de forma inteligente - da reformulação no plano de cargos e salários, o que levará a uma distribuição mais equilibrada dos gastos de pessoal entre todas as categorias.

Outra ação que deveria partir do Sindicato é a fiscalização, desde já, das nomeações para os cargos em comissão, cobrando do executivo que não haja nomeação de fantasmas, parentes, cabos eleitorais ou "rachids" de político nenhum, e que os nomeados sejam pessoas capacitadas para exercerem os cargos. Cargo comissionado não pode ser usados para empreguismo nem para abrigar amigos e parentes. O SinSPMAR deveria assumir mais esta responsabilidade.

Uma vez corrigidos estes problemas, Prefeitura e Sindicato atuando juntos, aí sim haverá possibilidade dos Servidores receberem um reajuste salarial que resulte em ganho real para todos. Gostem ou não, essa é minha "modesta opinião".

PS. Tentarei obter os dados necessários para uma avaliação da execução orçamentária do governo Conceição para colocar numa próxima postagem. Aguardem!!!

terça-feira, abril 2

Paralisação: os mais prejudicados serão os cidadãos

Cidade parada só prejudica os moradores!

Está prevista para amanhã uma paralisação dos Servidores Municipais.

O Sindicato dos Servidores pediu um reajuste salarial de 12%. A Prefeitura não pode dar os 12% porque isso faria com que os salários ultrapassassem o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101, de 04/05/2000). Os Servidores deveriam reler os Artigos 18 a 23 da LRF antes de qualquer ação impensada. Em resumo, a LRF (Artigos 18 a 23) impõe que o Executivo Municipal respeite os seguintes limites de gastos com pessoal em relação à Receita Corrente Líquida (RCL) dos 12 meses anteriores:
  • limite de alerta: quando a despesa com pessoal atingir 48,6% da RCL;
  • limite prudencial: quando a despesa atingir 51,3% da RCL.

Atingido o "limite de alerta" o Tribunal de Contas manda uma advertência para o Prefeito. Atingido o "limite prudencial", sofrerão as consequências o Prefeito, os Servidores e toda a população, pois até algumas transferências de recursos federais serão supensos até que o município volte a enquadrar-se dentro dos limites.

A situação em que estão não é culpa da atual Prefeita, pois nestes 3 meses de governo ela nem teve tempo para corrigir as asneiras que Tuca Jordão, o Pior!, nos deixou. Tuca bagunçou todo plano de cargos e salários da prefeitura concedendo aumentos absurdos para algumas categorias (onde estavam seus amiguinhos) em detrimento de outras. É esta bagunça salarial que está dificultando que seja concedido o aumento que todos (quase todos) os Servidores merecem.

O SinsPMAR deveria avaliar com carinho e cuidado sua posição, fazer as contas e ver que o percentual oferecido pelo Executivo é o limite imposto pela LRF. Ao invés de colocar-se numa posição de confronto, o Sindicato teria que unir-se com a prefeitura para recolocar no lugar o plano de cargos e salários e fiscalizar para que seja reduzido o número de CCs que hoje está sendo usado, na maior parte, para beneficiar alguns vereadores que negociam "apoio político" por cargos para parentes, amigos e cabos eleitorais.

O SinsPMAR não deveria deixar-se iludir por pessoa nociva como esta figura aí da foto abaixo, que finge estar apoiando o movimento dos Servidores mas que só quer saber de jogar gasolina para ver o circo pegar fogo:
Zé Antônio na assembleia dos Servidores

Não esqueçam que "sem Servidor a cidade para" e numa cidade parada os grandes prejudicados serão os cidadãos - os que precisam dos serviços públicos e as crianças - que nada têm a ver com essa discussão e são os que, no fim das contas, pagam por vossos salários. Pensem com calma e juízo antes de partirem para paralizações e greves pois a prefeitura não poderia desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal nem se quisesse. Negociem uma solução honrosa, eficaz e duradoura.

terça-feira, março 12

Repetindo e explicando...

Como já disse, por ora, o tempo que poderemos dedicar ao Transparência Angra está curto mas tentaremos, hoje, liberar ao menos 100 dos comentários pendentes.

PS. Quem sabe um dia, patrocinadores a postos, isso venha a mudar, permitindo que fiscalizemos, com dedicação exclusiva, muitos governantes?

segunda-feira, março 11

Restart

Restart - luz no fim do túnel

Completados 70 dias do início do mandato de Conceição Rabha - tempo suficiente para desinfecção do lixo deixado por Tuca Jordão - e terminado o período de "férias escolares", é chegado o momento do Transparência Angra voltar à ativa, a fim de colaborar com o governo municipal denunciando as mazelas e irregularidades que porventura venham a ser cometidas por qualquer dos integrantes da equipe nomeada pela Prefeita.

Como sempre, contaremos com a participação dos nossos respeitáveis leitores nessa tarefa em prol de Angra dos Reis, ainda que sem dispormos do mesmo tempo de antes para executar este trabalho. Vamos nessa?

Abraços!

terça-feira, fevereiro 12

Samba sem Enredo

Zequinha e Mauro - Sujos de Lama

Não se sabe se foi por ironia, por gozação, se por deboche ou se foi por amor, o Bloco Sujos de Lama homenageou Zequinha Miguel nesta noite de terça-feira gorda, véspera da Quaresma de penitências e privações:

Chegou a Hora

Chegou a hora!
É José Miguel Filho
Sua história vou contar
Sujos de Lama vai te emocionar.
(bis)

Filho de José Miguel e Nélia Coelho
Nasceu em Angra dos Reis
Cidade que é sua paixão
Da história da arte e cultura
É um grande professor
Batam palmas é Zequinha Miguel
Um grande comunicador

Sem igual
Ele atuou em grupos teatrais
Em manifestações folclóricas
Participou de grandes festivais
(bis)

E por aí não parou
Fundou o grupo teatral Revolucena,
Casa da Cultura, tradicionais,
Consideradas suas obras imortais
Esse é o perfil desse angrense de raiz
Que para sempre vai lutar
Por uma cidade feliz.

PS. Estou chegando.....

quinta-feira, janeiro 31

Curiosidades & novidades culturais!!!

Zequinha Miguel

Na Estrutura Orgânica criada por Tuca Jordão, o Pior!, para a CultuAR há lugar para 48 Cargos Comissionados. Conceição Rabha preencheu apenas 22 destes cargos.

Dos 22 preenchidos, a Gerência de Assuntos Religiosos é ocupada por Aostregésilo José dos Santos, CC-3. Subordinado ao Aostregésilo está o CC-5 Agessandro de Oliveira Leite Silva, Assessor de Calendário Religioso. Alguém sabe responder que diabos faz um Assessor de Calendário Religioso?

O chefe de todos na CultuAR - o presidente, multifacetado, multipartidário, e multiartista Zequinha Miguel - anunciou aos 4 ventos que vai destrocar a gabinete pelo palco. Brilhante decisão, grande Zequinha, todos o admiram muito no palco, mas gabinete é para quem entende de gestão, né? Os angrenses agradecem o que você fez nestes 31 dias de presidência, Zequinha, mas nos palcos você é bem melhor. Adeus, obrigado por tudo, especialmente pela desistência, e muito juízo!!!

Nossa homenagem de despedida:

The Show Must Go On
Empty spaces - what are we living for
Abandoned places
I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for...
Another hero, another mindless crime
Behind the curtain, in the pantomime
Hold the line, does anybody want to take it anymore
The show must go on
The show must go on, yeah
Inside my heart is breaking
My make-up may be flaking
But my smile still stays on...

PS. Bye bye e diga ao sócio Mauro Nask que lhe mandamos abraço!

terça-feira, janeiro 29

Atenção, Zequinha e Kaká!!!

Anônimo, 28/jan 13:40 em "o mesmo...":
"Diante do que ocorreu em Santa Maria, devemos ter cuidados redobrados.

Soube que haverá um show do PÉRICLES num dos dias de Carnaval. Até aí tudo bem. O local da realização do mesmo é que me preocupa. Será no Cais Santa Luzia. Diante disso pergunto: O deck comporta um número enorme de pessoas? A beira desse deck não tem guarda-corpo, isto não é perigoso? Um show local, sei que há condições de fazer mas com artistas de fora de nomes nacionalmente conhecidos, acho um grande risco. Melhor seria na Praia do Anil. Desculpe-me se minhas preocupações possam parecer ridículas mas não podemos bobear. Um grande abraço a todos e bom carnaval."


TAngra:
Prezado Anônimo,

Não há o que desculpar. Ao contrário, valeu o aviso! Além do mais, sabe-se que o madeiramento do cais está em péssimas condições, podre em vários lugares. Todo cuidado é pouco quando se trata de vidas...

Armação dos Jordão no Lixão da Locanty?

foto de oglobo.globo.com

O Globo - 23/01/2013
Angra e Paraty são proibidas
de despejar lixo em aterro da região

RIO - Cidades históricas e centros de atração turística da Costa Verde, Angra dos Reis e Paraty convivem, desde o início do ano, com um problema diário de 270 toneladas. Ambos os municípios estão despejando seus resíduos em locais inapropriados, segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). A presidente do órgão, Marilene Ramos, afirma que o destino dos detritos dessas cidades até a semana passada, o aterro de Ariró, em Angra, opera em condições precárias, semelhantes às de um lixão, sem controle ambiental. E a solução emergencial pode vir acompanhada de um alto custo para os moradores: o aterro de Seropédica, destino recomendado pelo Inea, por ser o mais próximo das cidades, está na verdade distante 116 quilômetros de Angra e 196 de Paraty. Com isso, as despesas para descartar o lixo vão mais do que triplicar, de acordo com estimativas das prefeituras.

Os municípios passaram a ser administrados pelo PT este mês: Carlos José Gama Miranda, o Casé, assumiu em Paraty, e Conceição Rabha foi eleita em Angra. As transições foram marcadas por crises na área de resíduos. Em Angra, Conceição alega ter assumido a cidade sem qualquer contrato firmado para a destinação final do lixo. A empresa que controla o aterro de Ariró, Infornova Ambiental (novo nome da Locanty), cobra uma dívida de R$ 14 milhões do município, que nega o débito.

Há duas semanas, a Infornova passou a impedir a entrada dos caminhões da prefeitura no aterro sanitário privado. Por isso, Angra despeja hoje suas 180 toneladas diárias de detritos num terreno onde funcionava o antigo lixão municipal, ao lado do aterro de Ariró. O local não tem licença e foi ambientalmente recuperado há mais de dois anos.

- A Locanty tinha o contrato de coleta de lixo, varrição e recebimento do lixo até junho próximo. Mas em 11 de dezembro ela rompeu com a prefeitura, encaminhou uma carta relatando dificuldades financeiras. Agora, estão nos cobrando R$ 14 milhões. Cadê o contrato? A cada dia eu descubro uma coisa nova que assusta - diz a prefeita Conceição Rabha. - Acredito que a partir da semana que vem vamos conseguir firmar um contrato emergencial com a Ciclus (que opera o aterro de Seropédica). Mandar o lixo para lá vai custar R$ 340 por tonelada, 254% a mais em relação ao custo atual (R$ 96 a tonelada).

Em Paraty, a prefeitura espera que o aterro de Ariró possa ser liberado o quanto antes pelo Inea, pois a solução de Seropédica implicaria uma despesa mensal a mais de cerca de R$ 300 mil. Paraty produz cerca de 90 toneladas de resíduos por dia.

- Estamos despejando em Ariró, um serviço terceirizado. Hoje, a coleta, varrição e destinação final nos custam R$ 900 mil mensais. Se tivermos que ir para Seropédica, vamos gastar R$ 1,2 milhão, pelo custo da viagem. Será lamentável se isso ocorrer. Vai aumentar absurdamente nossos gastos. Se existe problema, que ele seja solucionado. Estamos a 70 quilômetros de Ariró e a quase 200 de Seropédica. É impraticável levar o lixo para lá - afirma o secretário de Obras de Paraty, Rogério Gil.

Situação de aterro degringolou, diz Inea

Inagurado em 2001 pelo então prefeito Fernando Jordão, o aterro de Ariró ainda tem vida útil de dez anos, mas hoje é mal operado e não tem condições de receber o lixo diário coletado em Angra e em Paraty, avalia Marilene Ramos:

- Vínhamos constatando, em vistorias recentes, que Ariró está sem condições de continuar operando. Ele tem condições de continuar aberto, mas são necessárias obras de recuperação da drenagem do chorume e melhorias na compactação e no recobrimento do lixo. Apenas quando esses problemas forem corrigidos é que o aterro poderá voltar a operar. Hoje, Ariró está operando muito mal e em condições semelhantes às de um lixão. De uns meses para cá, a situação degringolou.

Marilene afirma que Paraty e Angra já estão notificadas para dar outra destinação ao lixo. E o centro de tratamento de resíduos licenciado mais perto dessas cidades é Seropédica.

- Já notificamos Angra para tirar todo o volume depositado na área não licenciada (ao lado do aterro) e encaminhar esse material a Seropédica, emergencialmente. Não é a solução ideal, mas é a possível neste momento, até que Ariró tenha condições de reabrir.

Em nota enviada ao GLOBO, a Locanty/Infornova afirmou que operou o aterro privado da região de janeiro de 2011 a dezembro de 2012, quando transferiu a sua operação a outra empresa. A Locanty/Infornova não esclareceu, no entanto, que empresa é essa. A prefeita de Angra, Conceição Rabha, disse desconhecer qualquer transferência. No último dia 12, um dos sócios da Locanty, João Alberto Felippo Barreto, conhecido como Joãozinho da Locanty, enviou ofício ao Inea, acusando a prefeitura de Angra de cometer crime ambiental ao despejar o lixo em local inapropriado.

oglobo.globo.com/rio/angra-paraty-sao-proibidas-de-despejar-lixo-em-aterro-da-regiao-7376005

PS. Isso tem ou não tem o dedo sujo e irresponsável de Fernando Jordão / Tuca Jordão, com o único objetivo de prejudicar a cidade? O que vocês acham?

domingo, janeiro 27

O E-mail continua o mesmo...

Anônimo, 23/jan 02:31 em "Revogação...":
"TAngra,
Queria te mandar uma foto mas não acho o seu E-mail."



TAngra:
Desculpe a falha... o E-mail já está novamente aqui à direita.

transparenciaangra@gmail.com

Por favor, envie a foto.

Abraços.

terça-feira, janeiro 22

Revogação idônea

Revogação da pouca-vergonha
BO 418 - 18/janeiro/2013

Pouca-vergonha de Zequinha Miguel!
BO 416 - 11/janeiro/2013

A segunda contratação da Nask & Julião Produções, Publicidade e Editorações foi revogada, a pedido. Vamos acreditar que tal contratação (sob inexigibilidade de licitação) se deu por descuido ou desconhecimento das regras legais e/ou de boa conduta por parte do contratante e do contratado. O que importa é que o problema foi resolvido satisfatoriamente. E, nestes casos, talvez seja melhor errar por acreditarmos que não houve má fé do que por acreditarmos que houve má fé. O futuro dirá!

sexta-feira, janeiro 18

Refazendo a Vigilância Sanitária

A respeito da postagem "Vigiem a Vigilância Sanitária", temos que acrescentar outras considerações que são o resultado do que foi possível apurarmos depois daquela publicação.

Quanto à manutenção da mesma equipe à frente da Vigilância Sanitária, o fato é que alguns cargos de chefia exigem que o ocupante seja médico veterinário e, mesmo assim, só está nomeada, e por questões estritamente legais, a Sra. Cintia Maria Amorim. Outro fator a considerar é que estuda-se uma profunda modificação no modelo de operação da Vigilância Sanitária, modificação esta que - caso seja aprovada pela Prefeita, pelo Secretário de Saúde / Presidente da FuSAR, receba o aval do Secretário de Administração e do Conselho Municipal de Saúde - carecerá de alterações nas leis que regem o funcionamento da ViSa, com a publicação de novo Código Sanitário, criação de cargos e extinção de outros, desburocratização da fiscalização para prevenir-se contra situações que propiciem corrupção ativa e passiva, operacionalização efetiva da Ouvidoria da Saúde, para onde serão canalizadas as reclamações e denúncias pertinentes a todos os serviços de saúde de forma integrada ao Ministério da Saúde, além de outras ações em benefício de todos os cidadãos.

O que devemos agora é aguardar que a equipe que acaba de tomar posse termine de apagar todos os incêndios que Tuca Jordão, o Pior!, deixou armados para explodirem a partir de 1º de janeiro, com a máquina pública completamente inoperante desde o início de 2012 e com algumas empreiteiras e prestadores de serviço sem receberem seus pagamentos desde outubro e outras tantas desde setembro. Pobre da Conceição e sua equipe de secretários bombeiros. A PMAR estava um caos, Tuca que o pariu!!! 

CCs - Bom Senso e Caldo de Galinha...

Estrutura Orgânica

As críticas que eram feitas contra os Jordãos quanto aos Cargos Comissionados e Funções Gratificadas não eram gratuitas. O que se condenava era o excessivo número, novos cargos sendo criados a cada dia, e a falta de critérios aceitáveis nestas nomeações. Os cargos eram usados, em sua maior parte, para abrigar parentes, amigos, empregados domésticos e cabos eleitorais.

Hoje, o organograma da prefeitura deixado por Tuca Jordão, o Pior!, tem 1.172 CC's e FG's, assim distribuídos:
  • CC-1: 20
  • CC-2: 57
  • CC-3: 195
  • CC-4: 355
  • CC-5: 310
  • CC-6: 90
  • CC-7: 5
  • FG 1: 97
  • FG-2: 43

Toda esta estrutura - bem como a descrição das atribuições e responsabilidades de cada um destes cargos - foi definida em lei e só por outra lei poderá ser ser modificada. Assim, para que prefeitura funcione, são estes os cargos que a prefeita eleita, Conceição Rabha, terá para preencher no todo ou em parte, ao menos até que seja feita a prometida reestruturação da organização administrativa após o estudo que estará a cabo da Fundação Getúlio Vagas, conforme já foi anunciado. Após o estudo da FGV a prefeita definirá em lei quais os novos cargos comissionados e funções gratificadas que farão a prefeitura "funcionar".

Então, o que nos resta é acompanharmos estas nomeações avaliando se os indicados são ou não aptos a exercerem as funções para as quais estão sendo nomeados. É atribuição da prefeita, em conjunto com seus secretários de governo, escolher estes nomes, repeitadas algumas "exigências técnicas" quanto às leis que os criaram. É óbvio que estes nomes sairão dentre os que a prefeita já conhece, seja por terem trabalhado junto a ela em governos passados, seja por terem participado de sua campanha eleitoral, seja até por terem demonstrado competência técnica nos governos dos Jordãos.

O que se percebe, até agora, é que Conceição Rabha está sendo bastante "discreta" no preenchimento destes cargos, a despeito de alguns comentários apocalípticos que se vê nos jornais e nas redes sociais. Já se falou até nas nomeações do último Boletim Oficial (BO-417), quando não houve uma nomeação sequer, apenas reedições de nomeações para corrigir o nome de quem assinava a Portaria...

Críticas são válidas e construtivas desde que o autor, anônimo ou não, saiba do que está falando, desde que tenha analisado o assunto de forma honesta e apolítica, o que parece não estar acontecendo. Por exemplo, Conceição nomeou 466 pessoas, ou seja, menos de 40% do número total de cargos comissionados e funções gratificadas abusadas por Tuca Jordão:
  • CC-1: 19
  • CC-2: 50
  • CC-3: 128
  • CC-4: 151
  • CC-5: 71
  • CC-6: 26
  • CC-7: 4
  • FG-1: 9
  • FG-2: 8

Dentre estes, muitos são funcionários concursados. Número menos que o necessário, considerando a estrutura atual. É provável e razoável que nos próximos BOs haja novas nomeações, concordam?

Senhoras e senhores, vamos acabar com este terrorismo de criticar por criticar? Bom senso e canja de galinha sempre caem bem!!! Aguardemos, então, os próximos BOs, pois até agora não há o que apontarmos, salvo um ou outro nome sobre os quais temos alguma dúvida, mas, sobre isso, seria até infantilidade esperarmos que houvesse unanimidade, não é? Com excessão da CultuAR, que outro erro há para apontarmos? Eu não vejo mais nenhum, por enquanto...

domingo, janeiro 13

Mauro Nask, você está errado!

Zequinha Miguel & Mauro Nask

Mauro Nask, 13/jan 03:19 em "Tome vergonha ...!":
"Minha empresa presta um serviço de qualidade, o senhor presidente da Cultuar tem total autonomia para escolher quem quiser. Ele escolhe a minha empresa pelo fato de já conhecer meus serviços."


TAngra:
Prazado Mauro Nask,

Desculpe a franqueza, mas você está redondamente errado sob todos os aspectos. O senhor presidente da Cultuar contrata quem ele quizer? P%##@ NENHUMA, meu caro, ele está ocupando um cargo público e deve respeitar as regras da lei e, acima de tudo, as regras da moral. Se ele quiser contratar quem quiser então peça exoneração e compre um botequim. Aí sim ele faz o que quiser da sua vida.

E tem mais, esse esquema de fracionamento de contratos para bular a lei e a livre concorrência tem que acabar. A CultuAR era especialista nesta fraude e parece que seu parceiro Zequinha Miguel pretende continuar com isso. A cada BO aparecem dezenas de contratinhos de baixo valor, na modalidade de inexigibilidade de licitação, sempre para os mesmos serviços e para as mesmas empresas. Está errado. A modalidade de contratação tem que ser compatível com o total previsto para todo o exercício. Veja alguns julgados sobre o assunto:
"(…) a realização de vários procedimentos em um exercício não caracteriza, por si só, o fracionamento indevido da despesa, o qual somente ocorre quando não se preserva a modalidade pertinente para o total de aquisições do exercício (§ 2º do art. 23 da Lei 8.666/1993). (Acórdão TCU nº 82/2005 – Plenário)"

"Evite a fragmentação de despesas, caracterizada por aquisições freqüentes dos mesmos produtos ou realização sistemática de serviços da mesma natureza em processos distintos, cujos valores globais excedam o limite previsto para dispensa de licitação a que se referem os inciso I e II do art. 24 da Lei 8.666/1993. (Acórdão TCU nº 1.386/2005 – Segunda Câmara)"

"Nas aquisições de materiais de consumo e expediente e contratações de serviços usualmente utilizados, abstenha-se de fracionar despesas, diligenciando para que tais aquisições e contratações sejam efetivadas com observância do somatório dos valores globais envolvidos, de molde a não excederem os limites da dispensa de licitação, estabelecidos nos incisos I e II do art. 24 da Lei nº 8.666/1993. (Acórdão TCU nº 6.131/2009 – Primeira Câmara)"

Deu para entender ou quer que desenhe, Mauro Nask? E avise ao seu mui amigo, parceiro e sócio Zequinha Miguel que ele será denunciado assim que o acumulado das contratações ultrapassar os limites previstos na Lei nº 8.666/1993. E não adianta vocês criarem novas empresas para continuarem com essa safadeza, Ok? Essa pouca vergonha tem que acabar, Mauro Nask, avise isso ao Zequinha também. Você me decepcionou, nobre amigo.

Abraços,

TAngra.

PS. Após a publicação deste post o senhor Mauro Nask entrou em contato pelo facebook e disse que o comentário em destaque não foi escrito por ele. Fica registrada a observação, mas isto não muda em absolutamente nada o que está escrito acima, o erro dessas contratações não se desfaz, o post continua dirigido ao presidente da CultuAR, Zequinha Miguel, ao titular da Nask & Julião Produções, Publicidade e Editorações e, agora, ao Mauro Nask que escreveu o comentário, seja ele quem for.

Robson, quem construirá os abrigos?

Está escrito na nota da prefeitura: "tendas provisórias serão instaladas nos 10 novos pontos, até que a Viação Senhor do Bonfim instale os novos abrigos, que já foram comprados pela empresa".

Isso carece de explicações mais detalhadas, pois, até ontem, quem construía os abrigos para passageiros era a PMAR:

Este contrato 069/2010 teve aditivos de prazo (45 dias) e de valor (R$ 7.429,90), resultando num total de 135 dias até que os 9 abrigos ficassem prontos, ao custo final de R$ 81.091,18.


Este contrato 076/2010 teve aditivos de prazo (45 dias), resultando num total de 165 dias até que os 13 abrigos ficassem prontos, ao custo de R$ 91.775,70.


Este contrato 077/2010 teve aditivos de prazo que foram publicados omitindo as prorrogações (coisa comum no governo de Tuca Jordão), mas as obras para os 20 abrigos duraram mais de 8 meses, ao custo de R$ 170.799,93.

Assim, a Superintendência de Transportes e Trânsito está devendo para a população as seguintes explicações:
1º- Quem pagará pelas "tendas provisórias" e quanto tempo elas ficarão por lá enfeiando a paisagem?
2º- Se não é a PMAR quem construirá os abrigos (será?), haverá mudança no padrão que foi adotado até aqui?
3º- Se houver mudança no padrão de construção dos abrigos, qual será o modelo escolhido pela Bonfim?

Será que a Superintendência de Trânsito vai nos dar estes esclarecimentos? Duvido! Aquele pessoal não tem nenhuma noção de civilismo, salvo poucas e honrosas exceções dentre as quais não se encontra o tal Robson Oliveira de Andrade, criatura inventada por Fernando e Tuca Jordão. Tire esse cara daí, Conceição Rabha, estas ações parecem até campanha extemporânea contra sua reeleição...

Robson, veja a comprovação do erro:

Passageiros esperam nas filas embaixo de chuva


Quanta burrice, meu caro Robson Oliveira de Andrade. Você está fazendo campanha contra a prefeitura desde já? O que você acha destas pessoas, até crianças, apanhando chuva sem a menor necessidade, apenas por falta de competência de quem teve essa infeliz ideia de mudar os pontos antes dos abrigos definitivos estarem concluídos?

A mudança do local dos pontos pode até ser a coisa certa, mas está sendo feita da forma errada e no momento errado. Saldo: ERRADO! Da próxima vez, coloque a população em primeiro lugar quando pensar em fazer algum "planejamento urbano" (pesquise no Google, Robson: "pensar" e "planejamento urbano").

Se na segunda-feira estiverem instalados os malditos e horríveis toldos brancos, conforme foi divulgado pela prefeitura, as críticas continuarão, aqui, nos pontos e nas redes sociais, está todo mundo reclamando, só a Superintendência de Trânsito não se dá conta... Socorro, Conceição!

Conforto debaixo de chuva e de sol? Pra quem?

No facebook:
Prefeitura Angra Dos Reis

AVISO: A Superintendência de Trânsito da Prefeitura de Angra iniciou hoje, dia 12, uma reestruturação no transporte público do município. A primeira medida foi transferir os pontos de ônibus que funcionavam no largo da Igreja da Lapa, no Centro, para a Avenida Júlio Maria, em frente à Praça do Porto. Essa ação visa dar mais conforto e comodidade a quem usa o serviço. A partir de segunda-feira, dia 14, tendas provisórias serão instaladas nos 10 novos pontos, até que a Viação Senhor do Bonfim instale os novos abrigos, que já foram comprados pela empresa.


TAngra:
O Superintendente de Transportes e Trânsito é Robson Oliveira de Andrade. Imagino que ele seja algum marciano, talvez um lunático, mas com certeza não conhece o planeta Terra, nem a América do Sul, Brasil, Rio de Janeiro e muito menos Angra dos Reis, que nesta época do ano se transforma no penico do mundo.

Será que ele não sabe que estamos em pleno verão, onde ora faz um sol de rachar, ora chove sem parar? Será que ele não sabe que as filas para os ônibus da Senhor do Bonfim duram horas até que chegue uma bendita lata de salsicha sobre rodas e enquanto isso os desgraçados passageiros ficarão desprotegidos sob o sol ou a chuva? Será que esse genial indivíduo não sabe que as tendas, que só serão instaladas na segunda-feira, custarão dinheiro a uma prefeitura que está com o caixa quase zerado e que até lá o povão vai ficar desprotegido? E ainda tem coragem de dizer que "Essa ação visa dar mais conforto e comodidade a quem usa o serviço"?

Neste exato momento, quase 1 hora da madrugada, os passageiros nas filas estão debaixo de chuva forte; devem estar xingando até a quinta geração desse infeliz. Por que não esperou que fossem construídos os abrigos para passageiros antes de fazer esta mudança mal planejada, precipitada, gastando recursos desnecessários? Ô Conceição Rabha, passe um corretivo neste lunático marciano, mas puxão de orelhas é pouco!

Robson merece quantas chibatadas?
Robson merece o castigo?